25 de mai de 2015

Livro #28: Doce Vampira de Ju Lund + Sorteio

Preliminares

“Feitiço. Foi o que disse minha mãe quando descobriu. Tudo era feitiço na cabeça dela. Uma teoria tão sem fundamento que não merecia sequer resposta. Meu pai me atirou em consultas sem fim com um psiquiatra carrancudo, cujos remédios receitados eu fingia que tomava”.


Sinopse

UM ROMANCE QUEER CHICK. Os vampiros se revelaram ao mundo, mas ainda sofrem muitas desconfianças dos humanos. Apaixonadas Duda e Esther precisam lidar com todos os tipos de discriminação por serem de raças diferentes e ambas do mesmo sexo. Será que o amor delas sobreviverá a segredos e ao fanatismo? Descubra nesse romance com toques de drama e mistério. Entre de cabeça no universo fantástico criado pela escritora Ju Lund.

Fonte Skoob: Doce Vampira


A Autora

Foto -Ju LundGêneros Literatura Fantástica, Fantasia, Romance, Suspense e Mistério | Nascimento: 03/11/1983 | Local: Brasil - Rio Grande do Sul - Pelotas

Ju Lund é amante das artes. A gaúcha nascida em Pelotas é técnica em Turismo e Hotelaria. Graduanda em Artes Visuais Licenciatura é editora e fundadora de um portal de incentivo à literatura. Apaixonada por seus três gatos e mãe do Joan, “transforma seus melhores sonhos e piores pesadelos em contos e romances”.

Fonte Skoob: Ju Lund


Dialética

Doce VampiraFantástico. Essa é a palavra que encontrei para descrever a trama envolvente escrita por Ju Lund. Doce Vampira é antes de tudo um romance sobrenatural, porém vai além disso, é um romance queer chick (se quiser saber mais sobre o gênero, leia o post Especial de Domingo: Doce Vampira e Alma Vampira da autora Ju Lund). Uma narrativa com foco no relacionamento de Duda e Esther, duas garotas, uma humana e outra vampira, onde o amor entre espécies irá enfrentar duras realidades, discriminação sexual, preconceito racial e intolerância religiosa salpicadas de crises existenciais e muitas cenas de ciúme.

Doce Vampira vai além dos estereótipos estabelecidos na literatura, é uma narrativa contemporânea, onde pelos olhos de Duda conhecemos uma realidade paralela, em plena virada de século, quando o mundo está atordoado com as previsões bíblicas de final dos tempos, os vampiros já revelados são cidadãos americanos, povoam a terra e tem seus direitos resguardados por políticas e leis normativas. Porém, uma parcela da população ainda se prende aos preceitos e mitos estabelecidos ao longo da história, veem os vampiros como espécies de demônios, que foram trazidos a terra pelo próprio diabo para corromper a humanidade. Duda não vê esse ódio até vive-lo na pele, ao ser transferida de escola conhece a estonteante Esther uma garota linda e com ares de superioridade, ambas são novatas na escola e acabam se tornando amigas.

A insegura e tímida Eduarda, e a experiente e dona de si Esther constroem uma linda amizade repleta de companheirismo e confiança mutua, uma relação que acaba as levando para algo mais, a descoberta do amor. E para surpresa da humana e desconfiada Duda, os seus sentimentos são correspondidos, a Doce Vampira Esther a ama, e a quer a seu lado.

Porém, a sociedade e os pais de ambas as garotas não veem esse relacionamento com bons olhos, a sociedade acusa Esther de corromper a outra que ainda é menor de idade. Os pais de Duda, a acusam de enfeitiça-la, de leva-la ao caminho das trevas, já a família de Esther não apoia um relacionamento entre espécies, é necessário que Duda se transforme, se torne uma vampira, para então viver o amor de forma plena. Com tantos problemas e empecilhos, a dúvida persiste durante toda a trama, será possível viver um amor proibido?

Doce Vampira como disse antes vai além do estereotipo, os vampiros aqui são como uma raça diferente, mas nada sobrenatural, não são seres medonhos e sedentos por sangue, são humanos eternos, bem resolvidos e que para sobreviver necessitam vez ou outra de doses de sangue humano. O relacionamento homossexual das duas protagonistas, também não é algo assombroso e cheio de preconceitos, pelo contrário Ju Lund construiu uma trama onde ser do mesmo sexo, é algo tão comum como a ter a mesma cor de cabelos. Embora, Duda se cobre no início sobre essa barreira, ao longo das primeiras páginas, isso se torna banal, não importa o sexo das duas, importa o amor que as mantem juntas.

O preconceito existente no livro está sobre a diferença de raças, e eu poderia dizer, que lembra muito os preconceitos existentes no século XIX quando uma pessoa branca manter uma relação intima com uma pessoa negra era visto como abominável.

Durante toda a trama vemos apenas o que os olhos de Duda querem ver, e eu devo confessar, cara essa garota é ceguinha da silva. E eu a detestei logo de cara, não por acha-la mal construída, foi exatamente pelo contrário Ju Lund construiu uma personagem palpável, ou seja, uma adolescente típica, comum. E como tal cheia de inseguranças e incertezas, o que por muitas vezes me fez desejar esbofetear a cara dela. Durante toda a leitura, fica evidente quem são os verdadeiros inimigos, quem entre todas as suas suspeitas vão contra sua relação, mas não, Duda tem que duvidar das pessoas erradas. E Esther e sua família são os alvos escolhidos desta desconfiança.

Veja bem qualquer palavra dita a ela tornava-se motivo para desconfiança, para achar que Esther não a amava e simplesmente a mantinha por perto para ser uma escrava de sangue. Ou por exemplo seu receio com a criadora e mãe de Esther, Louise, ela a vê como ser de plástico, maquiavélico e que não nutre qualquer sentimento amável em relação a sua pessoa, mas o que a autora transmite, ao meu ver, é o contrário, Louise é uma matriarca apreensiva que tem em mente apenas o bem estar de sua família, e vê que a indecisão de Duda colocaria ela e principalmente Esther em maus lençóis.

Mas a garota coloca barreiras, estabelece pequenos preconceitos, e acaba tomando decisões erradas, confia em quem menos deveria confiar. E o que acontece a seguir é algo que não imaginava ao começar este livro. Um final inacreditável que lhe deixa com uma grande dúvida, será o amor das duas forte o suficiente para superar as barreiras da mente?

O que nos sobra após um final tão inacreditável, juro, quando cheguei na última página, já não queria acertar a cara de Duda, e sim a da autora, como assim acabou? Não posso aceitar que vai demorar a ter Alma Vampira, o segundo livro da trilogia para saber o que vai acontecer com Duda, se os Semeadores vão mesmo destruir tudo que Esther e Duda construíram, e como os vampiros vão superar essa ameaça.

Para finalizar este texto que já excedeu meus limites, tenho apenas uma coisa a dizer: corra, compre o e-book, compre o livro, monte um altar para Ju Lund. Pois, você jamais vai se arrepender, ao conhecer Doce Vampira.

Doce Vampira - Compre agora o seu e-book por apenas R$ 14,90 http://bit.ly/DVamazon


Sorteio

A querida autora Ju Lund cedeu um par de marcadores autografados para sorteio aqui no blog. Como já utilizei antes o aplicativo Rafflecopter antes, acredito que seja uma boa ferramenta para este sorteio.

Siga as regras e participe!

Regras:

  • A promoção ocorrerá de 26/05 a 10/05;
  • Entrarei em contato com o sorteado e o mesmo terá o prazo de 72h para resposta, caso contrário novo sorteio será realizado;
  • O envio do prêmio será feito pela própria autora;
  • O ganhador deve residir em território nacional;
  • As primeiras entradas são obrigatórias;
  • Há outras entradas extras, não são obrigatórias, mas consistem em mais cupons.
  • O Blog e a Autora não se responsabilizam por extravios do correio;
a Rafflecopter giveaway

Boa Sorte.

http---signatures.mylivesignature.com-54492-348-8CDC41FCD38DF5750D599C05656C608C

25 comentários:

  1. Julielton!
    Começo dizendo que vi empolgação em sua resenha e isso já aguça ainda mais a vontade de ler esse livro bem escrito.
    Gostei demais de todo o mote envolvendo vampiro, homossexualismo, preconceito, insegurança e outros tantos assuntos que permeiam todo o livro.
    Quero é logo ler.
    Participo e mais tarde saíra divulgação no blog.
    Desejo uma ótima semana!!
    “A experiência é uma lanterna dependurada nas costas que apenas ilumina o caminho já percorrido.”(Confúcio)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Achei superlegal o jeito que trata o preconceito real de uma forma muito original!
    E com a mistura do fantástico, ficou curioso e chamativo!
    Faz tempo que to querendo ler esse!!
    bjãooo,
    Ana
    elvisgatao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Tenho procurado dar uma chance aos gêneros que não sou muito chegada e sobrenatural é um deles. Um romance homossexual sobrenatural é bemmmm diferente do que costumo ler! Gostei da resenha e desejo sucesso para a Ju com a sua obra!

    Beijos,
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  4. Nossa, comecei a resenha já pensando que era um dos livros mais diferentes que já tinha visto, totalmente fora do padrão e do que é comum. Não sei se gostei por ser uma coisa que nunca li e opinar fica difícil, mas o fato de você falar tão bem, já dá um apoio xD

    ResponderExcluir
  5. Ótima resenha.... a história do livro Doce Vampira parece bem interessante. Pretendo ler em breve!

    ResponderExcluir
  6. Aiiii,um Queer Chick!! Preciso ler! Adorei a resenha!! Bjss ^^

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha, confesso que nunca li um livro Queer Chick, mais este por ser sobrenatural e eu adorar vampiros acho que vou ler.. bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Simplesmente adorei a proposta desse livro, aborda um assunto que hoje em dia é causa de preconceito de uma forma muito interessante e, e agora fiquei curiosa pra saber como Duda e Esther vão terminar... pretendo ler em breve!

    ResponderExcluir
  9. Oii!!
    Adorei a sinopse e a resenha, fiquei super curiosa pra ler esse livro, principalmente vindo de uma escritora gaucha como eu. Pretendo ler muito em breve. Abçs!!

    ResponderExcluir
  10. Adoro filmes de vampiros e com um romance homossexual então!!!! Deve ser surpreendente a história!!!
    abraços e parabéns pela resenha!!!!

    ResponderExcluir
  11. Uau ta aí um livro que com certeza me interessa, reuni minhas preferencias rsrs, adoro historias de vampiros e claro adoro um bom romance lesbiano ver os 2 temas reunidos em um livro é ótimo, e depois de ler essa ótima resenha a vontade de ler só aumentou!!


    bjos

    ResponderExcluir
  12. Está ai uma trama bem legal que gostaria de ir. Uma perspectiva diferente do que estou acostumada de ler. Tem uma trama boa e interessante. Gosto de histórias de vampiros e é a primeira vez que leio sobre vampiros gays. Bem legal isso.
    Vamos acabar com o preconceito. O amor é válido pra todos.
    Com certeza vou amar ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. não conhecia esse gênero. Já tinha visto o livro mas não sabia sobre o que era exatamente. Gosto de livros com vampiros, de conhecer a definição do autor sobre os vampiros, e também gosto de livros que abordem esses temas, que é contra o preconceito de diversas formas.

    ResponderExcluir
  14. É mt bom ver livros qe abordam a temática do preconceito, são muito raros.

    ResponderExcluir
  15. Estou doida pra ler esse livro, gosto muito do tema vampiro e história que aborda o preconceito, parece super interessante e essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  16. Acho que temos tantos livros sobre vampiros, que a gente ja acha que eles estao no meio de nos ne? Eu amooooo esses personagens, aquela luta interna entre o bem e o mal e a sede por sangue. Sao os meus sobrenaturais preferidos e qdo li sobre o livro Doce Vampira eu fiquei muito interessada.
    A ideia do livro é inedita pra mim, casal é discriminado por serem de raças diferentes e ambas do mesmo sexo! Com certeza vou ler e estou mto curiosa sobre a trama.
    Beijos.

    ♥ Blog Livros e Sushi ♥
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  17. Ahhhhhh. Como ainda não tinha visito esta resenha aqui no blog??? Em mundo eu vivo??? Todo post relacionado a "Doce Vampira" eu ficava super feliz e comentava e so agora vi a resenha, so posso estar vivendo em outro mundo kkkk.
    Julienton, mais uma vez mega curiosa com a historia e agora mais ainda, porque conheço mais a fundo o contexto e quero descobrir e sentir tudo que sentiu com essa leitura, livro ainda mais fixado em minha lista.

    Bjss

    ResponderExcluir
  18. Existem tantos livros sobre vampiro...com romance misturado ...
    Mas este me chamou atenção ..bem diferente !
    Ameei a resenha ..muito bem feita s2

    ResponderExcluir
  19. ADOREI A RESENHA,ESTAR MUITO BEM EXPLICADA E EMPOLGADA...ISSO ATRÁS O LEITORA AINDA MAIS PARA CONHECER O LIVRO...E EU PARTICULARMENTE ADORO ESSA COISA SINISTRA QUE É VAMPIRO!
    QUERO LER RÁPIDO...ESTOU ANSIOSA!

    ResponderExcluir
  20. Preciso ler. Amei a capa! achei muito bonita.

    ResponderExcluir
  21. Ja acrescentei o livro a minha lista, amei a capa (me apaixono por capas hahaha)
    A trama parece ser muito boa e empolgante, e o mais legal é que é uma escritora brasileira!!!
    Parabéns, beijos!

    ResponderExcluir
  22. Amo o Assunto e leria com prazer.Vou colocar na minha lista de Favoritos.

    ResponderExcluir
  23. ainda nao li esse livro mas pretendo em breve me parece ser muito bom...
    parabéns....
    Andrea Barbosa

    ResponderExcluir
  24. Desde que descobri o que a premissa do livro aborda já fiquei louca para ler, e agora pós ler essa resenha completamente empolgante e positiva, fiquei com ainda mais vontade de correr logo e compra o livro (pena que falta o dinheiro), mas pode ter certeza que assim que eu puder vou com certeza adquirir, não quero deixar de ler essa estória diferente, que aborda um tema muito legal de se falar, além do mais a trama e cativante e envolvente, amei.

    ResponderExcluir

Sua opinião é sempre importante, por isso espero seu comentário!
Critique, de sugestões, elogie, comente.

Julielton Souza