26 de mai de 2016

Livro #51: Não Sei Se Te Amo de Ju Lund

Título: Não sei se Te Amo
Subtítulo: Amor além da amizade e do prazer!
Autora: Ju Lund
Ano: 2016 / Páginas: 158
Editora: Independente
Sinopse: Ninna é uma garota normal, como eu e como você. Já passou dos vinte e poucos, e sofreu inúmeras decepções amorosas que a deixaram sem acreditar em muita coisa. Por medo de sofrer evita se envolver, mas a vida acaba fugindo do seu controle e quando menos percebe já está perdida de amores por seu amigo Sebastian. Será possível gostar sem sofrer?
Ela já não acredita nisso e tentará fugir desse sentimento... mesmo que acabe sofrendo por isso também. Sebastian conseguirá convencê-la que com amor tudo tem solução?
Um romance que vai encantar você, seguindo a linha New Adult, "Não sei se Te Amo" contém amor, sexo, desventuras e uma trilha sonora que promete inspirar corações partidos ou não.
Fonte: Skoob.

Não Sei Se Te Amo é o mais novo livro lançado pela autora Ju Lund em formato digital, a autora que é parceira e figurinha carimbada aqui no blog, inovou sua escrita ao trazer um romance totalmente diferente do que estávamos acostumados acompanhar.
Depois de seus dois últimos sucessos, Doce Vampira e Alma Vampira, Ju Lund trouxe um romance bem diferente daquilo que estamos acostumados a acompanhar, não apenas em suas obras, mas também nos livros de romance que vemos por aí. Em Não Sei Se Te Amo conhecemos Ninna e Sebastian um casal de amigos universitários que possui uma amizade além das paredes estudantis.
Ninna é uma jovem inexperiente no amor, porém, que já sofreu três desilusões e agora está fechada a qualquer relacionamento. A garota abriu mão do amor em busca de sua sanidade. Ela é uma mulher que pode ser definida como MADA (Mulheres que Amam Demais Anônimas) em todas as suas três relações mergulhou de cabeça, amou e foi amada, lutou com unhas e dentes para permanecer ao lado de seu príncipe encantado e acreditava que seria ele o amor de sua vida toda, porém em todas as três relações foi abandonada, largada e traída. E com isso desenvolveu uma aversão ao amor.
Sebastian é o cara bonitão, o belo exemplar masculino que faz com que todas as periguetes mulheres se joguem aos seus pés, cavalheiro, romântico, amigo, gentil, deus grego, sério, o cara não tem uma única imperfeição, e se depender dele, conquistar a garota que ama pode levar o tempo que for, mas ele o fará com maestria. Além de bonito, o cara é rico, herdeiro de uma fazenda estilo colonial, filantropo dedicado a cuidado dos animais abandonados, e uma excelente companhia.
Obvio que a garota quebrada e o seu melhor amigo acabariam se envolvendo, e poxa que envolvimento, e embora, o que Ju Lund descreva aqui, tenha me causado constrangimento, não é de nenhuma forma, chula ou inapropriada, ela descreve as cenas com delicadeza, sem usar de termos impróprios e destacando principalmente o emocional dos personagens, algo que não é visto nas literaturas eróticas disponíveis por aí.
Na verdade, até hoje uma única autora havia me feito gostar deste tipo de literatura, e era Deise Muller com sua série Lillac, mas Ju Lund conseguiu o impensável fez um romance erótico extrapolar sua classificação e focar não apenas nos encontros sexuais, mas em todo o quesito amor que deveria envolver esses momentos.
É claro, que não é apenas amor, sexo e diversão, há toda a questão emocional que emana de Ninna, seu medo de amar e acabar destruída novamente, as dúvidas de Sebastian em relação ao amor dela por ele, e todas as armações que uma rival poderia gerar. Porém, como deveria ser, o casal acaba superando todas as barreiras e da forma mais fofa do mundo, ficam juntos em uma cena digna de uma novela das oito, daquelas que suspiramos ao terminar de ler, sabendo que o dever foi cumprido, que o que deveria acontecer, aconteceu.
Bom, até aqui, deu para entender que o livro é bom, que eu o recomendo e tudo mais, contudo, está resenha não seria minha se não apontasse os pontos negativos da leitura. E mesmo adorando Ju Lund e sua escrita, tenho que ser sincero e dizer o que pode e deveria ser melhorado.
Na versão do ebook enviado pela autora aos seus parceiros, fica evidente o conceito de auto publicação, mesmo com sua escrita esperta, alguns erros são evidentes na trama, principalmente erros de digitação e correção automática, coisas que em uma revisão gráfica não passariam desapercebido, é obvio que esses erros não atrapalham a leitura. Mas como o meu objetivo na leitura não é apenas ler e me divertir e sim analisar todos os seus pontos fortes e fracos, não dá para passar por cima destes erros, no que se diz respeito ao português em si, a autora o utiliza de forma completa, sem erros de conjugação ou escrita, o que se vê são apenas como disse antes, erros de digitação ou correção automática, como se ao tentar escrever, amor, digitasse amro ou digitasse estranho, e o corretor alterasse para estranhou.
São erros simples que pode passar invisível aos leitores mais afoitos e admiradores da autora, porém, ao se fazer uma leitura mais ampla eles ficam evidenciados.
Fora isso, não há o que se apontar de negativo no novo livro da autora, e, é claro, que eu o recomendo a todos os leitores do Dialética Proposital, afinal, Ju Lund é o novo rosto do sucesso literário nacional, e você não vai querer ficar de fora deste seu novo caminho em busca do estrelato.
Adicione o livro a sua estante no Skoob: https://www.skoob.com.br/livro/584239ED585851
Acesse e conheça a Playlist do livro: http://spoti.fi/24vVhtB
Compra na Amazon: http://bit.ly/NaoSeiSeTeAmo

5[3]

http---signatures.mylivesignature.com-54492-348-8CDC41FCD38DF5750D599C05656C608C[3]

0 comentários:

Postar um comentário

Sua opinião é sempre importante, por isso espero seu comentário!
Critique, de sugestões, elogie, comente.

Julielton Souza