31 de mai de 2015

Dialética Nipon: A música japonesa


O Dialética Proposital carimba seu passaporte e pousa novamente na terra do Sol Nascente, e na bagagem traz para vocês leitores, um arsenal musical. É isso ai, hoje o Dialética Nipon aborda as influencias japonesas na música, ou melhor, as musicas japonesas que tocam por aqui.Talvez você leigo nas diferenças entre as terras orientais, esteja pensando: “lá vem, um post inteiro sobre o Psy”, mas não se engane “shōnen”, este ai, o famoso interprete de Gangnam Style, o Park Jae-sang é sul coreano, e não japonês.Mas deixando o “Op, op, op, op oppan Gangnam style” de lado, vamos ao que interessa, “ONGAKU” ou traduzindo música. No Japão, ongaku é a palavra usada para o termo música, e, é inscrita com os kanji 音 "on" e 楽 "gaku", que significam: som + divertimento. E por lá, música é coisa levada a sério. Por sinal o país é o segundo maior consumidor de músicas do mundo, e o maior em números de karaokês por metro quadrado.
Por falar nisso, você sabia que o karaokê foi inventado no Japão, seu inventor se chamava Daisuke Inoue, um infeliz que não ganhou quase nada com sua invenção já que se empolgou tanto que esqueceu de patentear. O termo karaokê ou caraoquê é escrito com os kanji 空 "kara” e オーケストラ "ōkesutora” que significam: vazia + orquestra.



Voltando a que de fato é o tema desta postagem, a música japonesa, assim como ocorre no nosso país tem inúmeras vertentes, passando pelo tradicional e pelo moderno, a maioria dos estilos considerados tradicionais são completamente diferentes aos estilos mais modernos, que acabaram sendo influenciados pela música ocidental.
Entre os estilos tradicionais, as mais conhecidas, são os famosos cânticos budistas chamados de shomyo, as músicas tocadas na corte no período das dinastias imperiais chamado de gagaku e as músicas que os samurais usavam para aperfeiçoar suas doutrinas o hankyoku.
Porém tenho certeza que a maioria que chegou até aqui, está mais interessada é nas músicas atuais, e que são de fato, o que eu gosto de ouvir, o J-pop e o J-Rock.
O termo J-Pop surgiu no Japão em meados dos anos oitenta, e dominou grande parte do mercado cenográfico japonês, atualmente o j-pop está presente na maioria das produções artísticas japonesas no rádio e na televisão, como as que vemos nos animes e videogames.
O J-Rock é um pouco mais velho que o j-pop, surgiu na década de sessenta, quando o rock está começando a se tornar um estilo mundial, inspirada em grandes bandas americanas e inglesas, e hoje também assumi uma parcela do mercado musical japonês e mundial.
Porém, um estilo que fez grande sucesso no Japão durante muito tempo, e esteve acima até mesmo do j-pop e do j-rock foi o Enka, o qual consiste em músicas com letras tristes e ritmo melódico semelhante aos estilos tradicionais do Japão.
No Japão, existe até banda que não existe, ou melhor, não existe no plano físico pois se trata de hologramas 3D, a mais famosa é a cantora Hatsune Miku uma boneca holográfica 3D extremamente realista. A cantora foi criada pela Crypton Future Media e utiliza o Vocaloid, um software onde o usuário pode criar músicas que são interpretadas por personagens eletrônicos. Sendo assim Hatsune Miku é na verdade um programa de computador.


No Brasil existe inúmeros fãs das músicas japonesas, tradicionais e modernas, e isso se deve as produções para anime, doramas e videogames. No youtube, Facebook e twitter de grandes bandas japonesas, é possível encontrar um monte de “Burajiruhito” (brasileiro) seguindo, comentando e compartilhando o que seus ídolos orientais postam.
Entre as bandas de J-Rock as que estão sempre no meu player são: Asian Kung-Fu Generation, The Gazette, Nightmare, Flow, UVERworld, Aqua Timez, Superfly e outras.
Já entre as bandas J-pop as que ouço e recomendo são: Girls’ Generation, Super Junior, Dream, Scandal, GREEEN, Orange Range, etc.
Por aqui, algo que faz muito sucesso são as web rádios especializadas em músicas japonesas, com DJ’s dedicados e programação vinte e quatro horas, entre as mais famosas, estão:
Antes de terminar que tal ouvir e ver um pouquinho do que o Japão tem para oferecer, separei três vídeos bem legais, o primeiro é a cantora holográfica Hatsune Miku e os outros dois são exemplos dos gêneros J-Pop com a banda GREEEN e J-Rock com a banda Asian Kung-Fu Generation.





Bom gente, o texto de hoje ficou menor, mas espero que tenham gostado, e espero seu comentário, é isso ai. Sayōnara!

Sorteio: Quadrilha Literária

Oi Oi Galera! O São João está chegando, e o blog Dialética Proposital se juntou ao Blog A Prateleira e mais 47 blogs para presentear os leitores de plantão! Aperta o fole, sanfoneiro, e vamos começar a quadrilha!


Regras: 
- Os Kits 1, 2, 3, 4, terão 2 vencedores, e o 5, apenas 1. 
- O primeiro ganhador de cada kit (1, 2, 3, e 4) terá o direito de escolher 5 livros dos disponibilizados, e o segundo ganhador ficará com os outros 5. 
- A promoção inicia dia 01/06 e os sorteios ocorrerão no dia 26/07. 
- Após o aviso do resultado os vencedores terão 72 horas para retornar o contato. Caso não haja resposta dentro do período, será feito um novo sorteio. 
- Os blogs e editoras tem 45 dias para o envio dos livros, após a confirmação do e-mail pelo vencedor. 
- Nenhum blog ou editora é responsável em caso de extravio por parte dos Correios. 
- Cumprir todas as regras obrigatórias. 
- Nas opções onde diz "Visit .... on Facebook", é obrigatório curtir a página correspondente.


KIT 1- Maçã do Amor A Culpa é Das Estrelas- Pensamentos e Opiniões Maria Wilker- Flor Roxa Diário de um Adolescente Apaixonado– Minha Velha Estante Bem Mais Perto- Da Imaginação à Escrita Menina Mulher- Livros, Vamos Devorá-los Segredo de um Pecador– Irreparável Nove Plantas do Desejo e a Flor de Estufa- Sonhos em Paris Princesa Adormecida– Asas Secretas O Retrato– Histórias sem Fim Amigo Secreto– Palavras Encantadas
(2 Ganhadores- 5 Livros para cada)


a Rafflecopter giveaway

KIT 2- Pula a Fogueira! Noiva de Traição- Coisas que Eu Sei que Eu Sei Beijada Por Um Anjo 6- De Livro em Livro O Diamante- Papos Literários O Bom Ladrão- Cheirei um Livro Primeiro Amor- Lendo & Apreciando Tão mais Bonita- Dialética Proposital O Segredo de Jasper Jones- Livros, Leituras & Afins O Voo da Estirpe- Saleta de Leitura Fingindo ter 19 anos– Entre Aspas Livro Surpresa- Letícia Larossi(2 Ganhadores- 5 Livros para cada)


a Rafflecopter giveaway

KIT 3- Perdi o chapéu, e a cabeça Tudo o Que Ela Sempre Quis- Era Uma Vez o Livro Por Trás dos Edifícios, o Sol- Cia do Leitor Diário de um Adolescente Apaixonado- Ler para Divertir Mundo Cão- Minhas Escrituras A Estrada da Noite- Vivemos em Livros O Alquimista- Fantasiando com os Livros Crônicas e Absinto- Mais Um Livro Na Estante Belle- Fascinada por Histórias Socorro Meu Filho Come Mal- Dona Maricota Feliz Pollyanna- Infinito Particular dos Livros(2 Ganhadores- 5 Livros para cada)

a Rafflecopter giveaway
KIT 4- O E.T Entrou na Roda Infinity Drake- Every Little Book O Encantador de Flechas- Leitura Vip Jardim de Inverno– Pausa Para um Livro O Atlas Esmeralda- Fun's Hunter A Cabana- Studio de Clichês Quando Tudo Volta- Books And Much More Alta Tensão LeCry Os Herdeiros da Terra de Mour W. Albuquerque- Memórias de Leitura Sabores Mortais- Sonhos de Leitor A Grande Rainha- Isaac Zedecc(2 Ganhadores- 5 Livros para cada)


a Rafflecopter giveaway

KIT 5- Ô Santo Sortudo! As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender- Mon Petit Poison Morte Súbita- Tudo que Motiva Geek Love- Notinhas de Rodapé Insana: Meu Mês de Loucura- Eu Insisto Extraordinário- Thousand Lives to Live A Mais Pura Verdade- Livro Lab A Ruiva Misteriosa- La Oliphant Um mais Um- Leitora It O Retorno do Jovem Príncipe- A Prateleira(1 Ganhador- 9 Livros)


a Rafflecopter giveaway
Então é isso galera. Bom sorteio, e que a sorte esteja sempre ao seu favor! Até mais, e obrigada pelos peixes. Beijocas da Jay

28 de mai de 2015

Cinema Dialética: The Last Naruto - O Filme

Depois de ser adiado, finalmente chega às telas de cinema o filme Naruto: The Last, anteriormente programado para o dia 07 de maio. O longa intitulado lá fora de The Last: Naruto the Movie, estreou hoje nos cinemas de todo o Brasil.


THE LAST NARUTO: O FILME
Gênero: Animação
Diretor: Tsuneo Kobayashi
Elenco: Junko Takeuchi, Jun Fukuyama, Nakamura Chie
Duração: 112 Minutos
Distribuidora: PlayArte Pictures
Classificação: 10 Anos
Sinopse: Dois anos após os acontecimentos da Quarta Grande Guerra Ninja a lua começa a cair em direção a Terra, ameaçando destruir tudo. Naruto e seus aliados se preparam para salvar todos os envolvidos em uma batalha final emocionante.

_________________________________________________________________________

Distribuído pela Playarte Pictures, o filme chega ao cinema, dublado e faz parte das comemorações dos 15 anos da série criada em 1999 por Masashi Kishimoto, no entanto o roteiro do filme, é completamente novo em relação ao anime, e ocorre entre os capítulos 699 e 700, dando um salto no tempo, exatos dois anos após os acontecimentos da Quarta Grande Guerra Ninja.
Naruto agora maior, é aclamado herói pelos amigos e moradores de Konoha, no entanto uma nova ameaça cai sobre a vila e o restante do mundo, a lua está prestes a se chocar contra a terra, tudo isso arquitetado por um novo inimigo Ootsutsuki Toneri que não apenas ameaça destruir o mundo como também sequestra as irmãs Hyuuga, Hinata e Hanabi.
Então Shikamaru, Sai e Sakura liderados por Naruto saem em busca das irmãs sequestradas e pelo caminho tentam salvar o mundo. Durante o filme, o romance entre Hinata e Naruto entra em foco, e vemos finalmente os sonhos da garota Hyuuga se concretizar.
Infelizmente a única coisa que se realiza é seu sonho de amor, já que novamente a garota que passou o mangá e o anime tentando se equiparar a Naruto e nunca mais precisar ser salva, está à mercê do inimigo e conta apenas com o herói para salva-la. Retrocesso, fazer o que?!
Embora tenha se especulado no ano passado que esta seria a última aventura de Naruto nas telonas e telinhas, foi anunciado recentemente um novo filme da série, agora focado no filho de Naruto, o filme: Boruto – Naruto the Movie tem data de estreia marcada para o dia 7 de agosto no Japão.

The Last Naruto - O Filme, está em cartaz em quase todos os cinemas brasileiros.




The Last - NARUTO O Filme (Trailer Dublado)




27 de mai de 2015

Dialética Séries: Scream (TV Series) - MTV

A MTV anunciou em 2012 a produção de uma série baseada no filme de horror Scream (Grito em inglês) batizado de Pânico no Brasil, e recentemente divulgou a data de estreia da série nas telinhas americanas, o mês de junho foi escolhido para esta que promete ser a melhor série produzida pela emissora.

A MTV-EUA já é conhecida por ótimas produções, como o seriado Teen Wolf que no mesmo mês deve voltar para sua quinta temporada e Faking It. Infelizmente o canal parece seguir os passos de outra gigante responsável pela serialização de grandes produções, o canal CW, e cancelar séries com altos índices de audiência, como foi o caso de seu recente fracasso a série Eye Candy que estreou prometendo, mas quase não conseguiu concretizar sua primeira temporada, e foi cancelada pela emissora. A CW por sua vez, cancelou a série The Messenger, o ultimo alvo desta coluna, quando apenas três episódios haviam sido exibidos.

Sendo assim é difícil prever o futuro de Scream, já que se seus índices de audiência não forem estratosféricos será cancelada ainda nos primeiros capítulos.

O piloto de Scream foi escrito por por Jay Beattie & Dan Dworkin ("Criminal Minds", " The Event" e "Revenge") e Jill Blotevogel, e começa com um vídeo postado no YouTube e que se tornou um viral, esse vídeo será o catalisador para uma sequência de assassinatos na cidade de Lakewood, a qual parece ter um passado bem violento.

Scream contara com os produtores Bob e Harvey Weinstein no comando geral, além de Jill Blotevogel ("Harper’s Island", "Ravenswood"), Jaime Paglia ("Arrow"), John Shiban ("Hell on Wheels", "Breaking Bad") Wess Craven, Tony DiSanto, Liz Gateley, Marianne Maddalena e Cathy Konrad como produtores adicionais.

Infelizmente pouco ainda foi revelado, mas ao que se sabe no elenco teremos Willa Fitzerald no papel de Emma Duvall, Bella Thorne como Nina Patterson, além de Anthony Rogers, Jason Wiles, Tracy Middenfort e Bex Taylor-Klaus.


Recentemente a MTV produziu um vídeo para divulgação das séries que devem retornar e/ou estrear em sua grade no próximo mês intitulado Scream TV Series Killer Party, (Festa do Assassinato) e contou com um elenco de primeira, os protagonistas de Teen Wolf, Ridiculousness, Faking It, The Challenge, Ankward e Finding Carter.

Scream deve estrear nas Tevês americanas no dia 30 de junho deste ano, e o DP promete trazer o review do primeiro episódio assim que o mesmo for exibido. Até lá confira os vídeos de divulgação, trailer e outros materiais relacionados a série.


Scream (TV Series) | 'Killer Party' Official Promo | MTV


Scream (TV Series) | 'Goodbye' Official Promo | MTV


Scream (TV Series) | Official Trailer | MTV


Até a próxima!

http---signatures.mylivesignature.com-54492-348-8CDC41FCD38DF5750D599C05656C608C

26 de mai de 2015

Terça do anime: Review Shokugeki no Souma

Minasan, kon'nichiwa! Se você está se perguntando o que diabos é isso, com certeza não entende a razão desta coluna. “Minasan, kon'nichiwa”, trata-se de um cumprimento típico japonês, usado para cumprimentar duas ou mais pessoas, em tradução literal seria o famoso “Oi Pessoal”.

Por que começar com uma frase em japonês? Simples meu querido, eu amo o Japão e a sua cultura, isso já deve ter ficado claro a vocês que frequentam o Dialética, afinal diversas postagens aqui foram e ainda são dedicadas a este país e sua cultura tão peculiar. Mas o que importa mesmo, é que hoje é terça!

E terça é dia de anime no DP! E hoje trago um dos meus mais novos queridinhos, um anime que estreou agora nesta temporada e tem me causado bons momentos de diversão, recheados de risos excruciantes.

Trata-se do anime Shokugeki no Souma um anime voltado para a culinária, o qual mencionei no post Terça do Anime: Temporada de Primavera 2015 – Parte I e Parte II. Como disse naquela postagem, este anime acabou sendo um azarão que adicionei de última hora a lista dos animes que pretendia acompanhar durante a temporada de Primavera/2015.

Por sorte, acabei adorando o anime, e hoje o mesmo fulgura entre os meus preferidos não somente desta temporada, como entre os melhores de todos os tempos.


Sinopse

O sonho de Yukihira Souma é se tornar um chef em tempo integral no restaurante de seu pai e superar a habilidade culinária dele. Mas, assim que Yukihira se vê prestes a se terminar o ensino médio, seu pai, Yukihira Jouichirou, fecha o restaurante para ir cozinhar na Europa.

Embora oprimido, o espírito de luta de Souma é reavivado por um desafio de seu pai, Jouichirou, ele deve sobreviver a uma escola de culinária de elite onde apenas 10% dos estudantes conseguem se formar. Será que Souma pode sobreviver a este desafio?


Informações Adicionais

Tipo: TV

Episódios: 24

Status: atualmente no ar

Ar: 04 de abril de 2015 para?

Produtores: JCStaff , Mainichi Radiodifusão , Sentai Filmworks

Géneros: Ecchi , escola , Shounen

Duração: 25 min. por episódio

Classificação: PG-13 – Adolescentes: 13 anos ou +.


Review

Shokugeki não SoumaLogo no início é possível perceber a comicidade do anime, em seu primeiro episódio somos brindados com a relação paternal mais aberta e cômica possível, Jouichirou e Soma são pai e filho, mas antes de tudo são amigos, e ambos respeitam a trajetória do outro, principalmente no que diz respeito a culinária. Souma é apaixonado por gastronomia como o seu pai, e vive o desafiando para ver quem é o melhor cozinheiro do restaurante popular.

Embora o enredo seja simples e os objetivos de Souma ainda mais, o anime compensa suas limitações oferecendo um fanservice de primeira categoria, quase um ecchi, o anime tem como principal ferramenta para manter os otakus diante da tela, peitos, muitos peitos, e quase sempre acompanhados de mulheres e homens em completo estado de excitação e nudez.

Alguns screenshots do fanservice presente no anime:

Não entenda errado, a excitação dos personagens deste anime, não possuem qualquer conjectura sexual, pelo contrário, todo o êxtase dos personagens está no simples fato de poder comer pratos requintados. Ou seja, é um anime para os glutões que veem no prazer de se alimentar o maior estimulo erótico possível.

Sobre os personagens devo dizer que são um pouco previsíveis, é o típico enredo escolar, onde um jovem pobre acaba indo parar na escola elitista, e por razões obvias acaba se destacando entre os demais. E por isso se torna o objeto de ódio da patricinha mandachuva e de seu séquito de anencefalos.

Quanto a arte em si, ou melhor, os traços, você pode acreditar é um dos melhores da temporada, realmente fantástico. Infelizmente não estou acompanhando o manga, mas o que pude perceber dando uma olhada aqui e outra acolá, é que assim como a perfeição de sua irmã gêmea produzida para a TV, a versão em mangá também apresenta altos índices de perfeição.

Em suma, trata-se de um anime divertidíssimo e de boa qualidade, recomendado para a maioria daqueles que como eu amam os traços japoneses e querem se divertir com situações engraçadas e sacadas inteligentes. Isso sem mencionar a mais bela opening de todos os tempos, interpretada pela banda Ultra Tower a música Kibou no Uta é de uma sutileza impecável. Acompanhe a opening no vídeo abaixo e também o videoclipe da banda.

Ps: Estou encantado com a voz do Ohhama Kengo vocalista da banda, esse timbre rouco é incrível.

Matá aimachou! (Até a próxima!)

http---signatures.mylivesignature.com-54492-348-8CDC41FCD38DF5750D599C05656C608C

25 de mai de 2015

Livro #28: Doce Vampira de Ju Lund + Sorteio

Preliminares

“Feitiço. Foi o que disse minha mãe quando descobriu. Tudo era feitiço na cabeça dela. Uma teoria tão sem fundamento que não merecia sequer resposta. Meu pai me atirou em consultas sem fim com um psiquiatra carrancudo, cujos remédios receitados eu fingia que tomava”.


Sinopse

UM ROMANCE QUEER CHICK. Os vampiros se revelaram ao mundo, mas ainda sofrem muitas desconfianças dos humanos. Apaixonadas Duda e Esther precisam lidar com todos os tipos de discriminação por serem de raças diferentes e ambas do mesmo sexo. Será que o amor delas sobreviverá a segredos e ao fanatismo? Descubra nesse romance com toques de drama e mistério. Entre de cabeça no universo fantástico criado pela escritora Ju Lund.

Fonte Skoob: Doce Vampira


A Autora

Foto -Ju LundGêneros Literatura Fantástica, Fantasia, Romance, Suspense e Mistério | Nascimento: 03/11/1983 | Local: Brasil - Rio Grande do Sul - Pelotas

Ju Lund é amante das artes. A gaúcha nascida em Pelotas é técnica em Turismo e Hotelaria. Graduanda em Artes Visuais Licenciatura é editora e fundadora de um portal de incentivo à literatura. Apaixonada por seus três gatos e mãe do Joan, “transforma seus melhores sonhos e piores pesadelos em contos e romances”.

Fonte Skoob: Ju Lund


Dialética

Doce VampiraFantástico. Essa é a palavra que encontrei para descrever a trama envolvente escrita por Ju Lund. Doce Vampira é antes de tudo um romance sobrenatural, porém vai além disso, é um romance queer chick (se quiser saber mais sobre o gênero, leia o post Especial de Domingo: Doce Vampira e Alma Vampira da autora Ju Lund). Uma narrativa com foco no relacionamento de Duda e Esther, duas garotas, uma humana e outra vampira, onde o amor entre espécies irá enfrentar duras realidades, discriminação sexual, preconceito racial e intolerância religiosa salpicadas de crises existenciais e muitas cenas de ciúme.

Doce Vampira vai além dos estereótipos estabelecidos na literatura, é uma narrativa contemporânea, onde pelos olhos de Duda conhecemos uma realidade paralela, em plena virada de século, quando o mundo está atordoado com as previsões bíblicas de final dos tempos, os vampiros já revelados são cidadãos americanos, povoam a terra e tem seus direitos resguardados por políticas e leis normativas. Porém, uma parcela da população ainda se prende aos preceitos e mitos estabelecidos ao longo da história, veem os vampiros como espécies de demônios, que foram trazidos a terra pelo próprio diabo para corromper a humanidade. Duda não vê esse ódio até vive-lo na pele, ao ser transferida de escola conhece a estonteante Esther uma garota linda e com ares de superioridade, ambas são novatas na escola e acabam se tornando amigas.

A insegura e tímida Eduarda, e a experiente e dona de si Esther constroem uma linda amizade repleta de companheirismo e confiança mutua, uma relação que acaba as levando para algo mais, a descoberta do amor. E para surpresa da humana e desconfiada Duda, os seus sentimentos são correspondidos, a Doce Vampira Esther a ama, e a quer a seu lado.

Porém, a sociedade e os pais de ambas as garotas não veem esse relacionamento com bons olhos, a sociedade acusa Esther de corromper a outra que ainda é menor de idade. Os pais de Duda, a acusam de enfeitiça-la, de leva-la ao caminho das trevas, já a família de Esther não apoia um relacionamento entre espécies, é necessário que Duda se transforme, se torne uma vampira, para então viver o amor de forma plena. Com tantos problemas e empecilhos, a dúvida persiste durante toda a trama, será possível viver um amor proibido?

Doce Vampira como disse antes vai além do estereotipo, os vampiros aqui são como uma raça diferente, mas nada sobrenatural, não são seres medonhos e sedentos por sangue, são humanos eternos, bem resolvidos e que para sobreviver necessitam vez ou outra de doses de sangue humano. O relacionamento homossexual das duas protagonistas, também não é algo assombroso e cheio de preconceitos, pelo contrário Ju Lund construiu uma trama onde ser do mesmo sexo, é algo tão comum como a ter a mesma cor de cabelos. Embora, Duda se cobre no início sobre essa barreira, ao longo das primeiras páginas, isso se torna banal, não importa o sexo das duas, importa o amor que as mantem juntas.

O preconceito existente no livro está sobre a diferença de raças, e eu poderia dizer, que lembra muito os preconceitos existentes no século XIX quando uma pessoa branca manter uma relação intima com uma pessoa negra era visto como abominável.

Durante toda a trama vemos apenas o que os olhos de Duda querem ver, e eu devo confessar, cara essa garota é ceguinha da silva. E eu a detestei logo de cara, não por acha-la mal construída, foi exatamente pelo contrário Ju Lund construiu uma personagem palpável, ou seja, uma adolescente típica, comum. E como tal cheia de inseguranças e incertezas, o que por muitas vezes me fez desejar esbofetear a cara dela. Durante toda a leitura, fica evidente quem são os verdadeiros inimigos, quem entre todas as suas suspeitas vão contra sua relação, mas não, Duda tem que duvidar das pessoas erradas. E Esther e sua família são os alvos escolhidos desta desconfiança.

Veja bem qualquer palavra dita a ela tornava-se motivo para desconfiança, para achar que Esther não a amava e simplesmente a mantinha por perto para ser uma escrava de sangue. Ou por exemplo seu receio com a criadora e mãe de Esther, Louise, ela a vê como ser de plástico, maquiavélico e que não nutre qualquer sentimento amável em relação a sua pessoa, mas o que a autora transmite, ao meu ver, é o contrário, Louise é uma matriarca apreensiva que tem em mente apenas o bem estar de sua família, e vê que a indecisão de Duda colocaria ela e principalmente Esther em maus lençóis.

Mas a garota coloca barreiras, estabelece pequenos preconceitos, e acaba tomando decisões erradas, confia em quem menos deveria confiar. E o que acontece a seguir é algo que não imaginava ao começar este livro. Um final inacreditável que lhe deixa com uma grande dúvida, será o amor das duas forte o suficiente para superar as barreiras da mente?

O que nos sobra após um final tão inacreditável, juro, quando cheguei na última página, já não queria acertar a cara de Duda, e sim a da autora, como assim acabou? Não posso aceitar que vai demorar a ter Alma Vampira, o segundo livro da trilogia para saber o que vai acontecer com Duda, se os Semeadores vão mesmo destruir tudo que Esther e Duda construíram, e como os vampiros vão superar essa ameaça.

Para finalizar este texto que já excedeu meus limites, tenho apenas uma coisa a dizer: corra, compre o e-book, compre o livro, monte um altar para Ju Lund. Pois, você jamais vai se arrepender, ao conhecer Doce Vampira.

Doce Vampira - Compre agora o seu e-book por apenas R$ 14,90 http://bit.ly/DVamazon


Sorteio

A querida autora Ju Lund cedeu um par de marcadores autografados para sorteio aqui no blog. Como já utilizei antes o aplicativo Rafflecopter antes, acredito que seja uma boa ferramenta para este sorteio.

Siga as regras e participe!

Regras:

  • A promoção ocorrerá de 26/05 a 10/05;
  • Entrarei em contato com o sorteado e o mesmo terá o prazo de 72h para resposta, caso contrário novo sorteio será realizado;
  • O envio do prêmio será feito pela própria autora;
  • O ganhador deve residir em território nacional;
  • As primeiras entradas são obrigatórias;
  • Há outras entradas extras, não são obrigatórias, mas consistem em mais cupons.
  • O Blog e a Autora não se responsabilizam por extravios do correio;
a Rafflecopter giveaway

Boa Sorte.

http---signatures.mylivesignature.com-54492-348-8CDC41FCD38DF5750D599C05656C608C

Especial Dia da Toalha

DSCF2987

Recentemente comemoramos o dia de Star Wars, e hoje comemoramos um dos dias que fazem de maio o mês do Orgulho Nerd, o Dia da Toalha, uma homenagem dos fãs ao autor da série O Guia do Mochileiro das Galáxias, Douglas Adams.

Douglas Adams

Douglas Adams

Como a maioria que acompanha o blog eu sou assumidamente apaixonado pela cultura geek/nerd, embora não me considere um, preciso de muito mana para ser um, mas como tal tenho O Guia como um dos meus livros preferidos, ao lado das diversas produções literárias do universo Star Wars, e, é com grande orgulho que comemoro todo ano o dia da Toalha.

Para quem não conhece a obra de Adams, aqui vai um pouco de História.

Adams escreveu a única, repito, a única “Trilogia de cinco livros” existente, onde narra as aventuras de Arthur Dent e Ford Prefect pela galáxia, após a completa destruição da terra pelos terríveis Vogons, para construir uma via expressa. No livro 01 intitulado O Guia do Mochileiro das Galáxias somos apresentados ao que de fato é o guia, um tipo de e-book reader que contem em sua memória todos os dados necessários e desnecessários a um mochileiro das galáxias. E traz em sua capa a frase: “Não entre em Pânico”.

Adams dedicou uma página inteira do livro para descrever a importância da toalha para os mochileiros, sendo este depois do guia o item mais importante que todo mochileiro deve carregar consigo em suas viagens intergalácticas.

Em abril de 1999 foi fundada a h2g2 uma comunidade virtual destinada a criar uma espécie de manual baseada no Guia do Mochileiro das Galáxias, e assim como ele instituir o guia para a vida, o universo e tudo mais, onde se possa encontrar catalogadas todas as informações necessárias para sobrevivência em qualquer ambiente, além de dados inúteis e irrelevantes.

O h2g2 é atualmente conhecido como: O Guia do Mochileiro das Galáxias: Edição Terra, e tem como lema: “Um lugar para compartilhar conhecimentos e celebrar as coisas que você ama escrevendo sobre elas”.

Voltando a história... após a morte de Douglas Adams em 2001 os membros do h2g2 resolveram homenageá-lo com um dia único e especial, algo que lembrasse as futuras gerações quem foi o responsável pela compilação da maior e mais irreal história já criada, e para tal tiram do livro o objeto que Adams afirmava ser indispensável, criou-se assim o Dia da Toalha.

Por uma ironia do destino, o dia 25 de maio também é considerado o Dia do Orgulho Nerd (Geek Pride Day) por ser o dia de lançamento do primeiro filme da série Star Wars. O qual ocorreu no dia 25 de maio de 1977, quando o filme Star Wars Episódio IV – Uma Nova Esperança estreou nas telas de cinema.

Embora seja considerado também o dia do Orgulho Nerd, poucos nerds de fato comemoram este dia, pois, o reconhecem apenas como O Dia da Toalha ou Towel Day em inglês, deixando as festividades sobre Star Wars para o dia quatro de maio, o verdadeiro dia de Star Wars, caso queira saber mais sobre o Star Wars Day leia o texto “Especial de Domingo: TAG Star Wars - ‪#‎SemanaStarWarsnoDialética” no qual explico o motivo do dia 04.05 ser considerado o dia em homenagem a saga.

O Dia da Toalha é sim um dia comemorado no mundo todo, trata-se de um evento onde todo nerd, todo fã da obra de Adams, todo geek carrega consigo uma toalha, seja dentro da mochila, seja amarrada na cabeça, ou presa as costas como uma capa.

Comemoração do dia da Toalha na Alemanha

Veja bem, isso não nos infantiliza, não nos torna bobões sem vida social, porque neste dia vinte cinco, nada importa, o bullying não significa nada, pois é o dia onde representamos o nosso amor, nosso carinho por este clássico da literatura, e não apenas isso, sabemos que enquanto tivermos nossa toalha, estaremos a salvo, seja de uma invasão alienígena, seja de uma guerra ou mesmo de um simples poça d’água que por ventura viermos a cair. #Brinks, o Towel Day não é apenas um dia para fãs lembrarem de seu autor favorito, é o dia de se orgulhar por ter tido a sorte de conhecer e acompanhar esta hilária e bem construída história.

Caso queira saber mais, acesse o site oficial do Dia da Toalha, o mesmo se encontra em inglês, mas mesmo assim é muito divertido.

Se você que não conhece os livros da trilogia de cinco o Mochileiro das Galáxias leia um trecho retirado do livro, sobre a importância da toalha.

“A toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; Pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas do rio Moth;

Pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você – estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); Você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro;

E naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.

Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um estrito (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc., etc.

Além disso, o estrito terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha “acidentalmente perdido”. O que o estrito vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a Galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito.”

A Você nerd e não nerd o Dialética Proposital deseja um Feliz Dia da Toalha, deixe seu lado nerd evoluir!

 

http---signatures.mylivesignature.com-54492-348-8CDC41FCD38DF5750D599C05656C608C

24 de mai de 2015

Especial de Domingo: Evento Livros em Pauta

Em sua quinta edição, Livros em Pauta ampliou programação para contemplar também o universo das histórias em quadrinhos, games e jogos de RPG. Todas as atividades são gratuitas, abertas ao público e com censura livre.
Concebido como um encontro de profissionais e público ligados ao livro e à literatura, o Livros em Pauta - que realiza sua quinta edição no dia 30 de maio, em São Paulo – ampliou a programação para contemplar outras áreas de interesse: quadrinhos, cinema, séries de TV, RPG, games e outros produtos relacionados à cultura pop.
O consumidor de livros, ao longo dos anos, passou a apreciar outros tipos de mídias correlatas. Basicamente, essas pessoas consomem histórias, não importando em qual tipo de suporte elas se apresentam”, explica Edson Rossatto, editor da Andross Editora e organizador do evento.
As atividades, todas gratuitas, incluem palestras, bate-papos, workshops, encontro do Clube do Livro e mesas redondas sobre diferentes temas, como crítica literária, mangás, jornalismo turístico, direitos autorais, dublagem, adaptações para cinema e muitos outros.
Entre os nomes confirmados estão os jornalistas e escritores Gonçalo Jr. e Paulo Gustavo Pereira, o editor responsável pelas revistas em quadrinhos da Disney, Paulo Maffia, e o ator Felipe Folgosi, que recentemente teve seu projeto para a graphic novel Aurora financiado de forma coletiva.
O evento dispõe de uma área com mesas de editores e autores para o público adquirir livros, gibis e itens com temática nerd – camisetas, canecas e ímãs – a preços promocionais, e também uma sala reservada para os jogadores de RPG.

Lançamentos

Durante o Livros em Pauta, acontece o lançamento de oito antologias de contos literários publicadas pela Andross Editora. São elas: De Repente, Nós; Viagens de Papel; As Quatro Estações; Legado de Sangue; King Edgar Hotel; Imaginarium; Além das Cruzadas e Sede – Contos distópicos sobre um futuro sem água. Os autores estarão disponíveis para conversar com o público e distribuir autógrafos.
(Veja abaixo a entrevista do organizador do evento Livros em Pauta, Edson Rossatto)

PROGRAMAÇÃO

11:00 às 12:30

Palestrante: Altemar Domingos
 
Palestrante: Alfer Medeiros
 
Palestrante: Alice Reis
 
Palestrante: Átila Oliveira
 
Palestrante: Alan Uemura
 
Palestrante: Renato Modernell
 

13:00 às 14:30

Curadoria: Edson Rossatto
 
Curadoria: grupo Traçando Livros
 
Palestrante: José Carlos Júnior
 
Palestrante: Miragaia René Angelino
 
Palestrante: Lúcia Helena Bettini
 

15:00 às 17:00

Palestrante: Vinicius Cestari
 
Curadoria: Edson Rossatto
 
Palestrante: Gledson Zifssak
 
Debatedores: Cesar Patoulos, Natália Borges e Fernando Augusto Dias Afonso Mediador: Bruno Anselmi Matangrano
 
Debatedores: Denise Simonetto e Gonçalo Júnior Mediador: Maurício Muniz
 
Debatedores: Paulo Maffia, Rogerio Saladino e Ivan Barbieri Mediador: Marcelo Naranjo
 
Debatedores: Paulo Gustavo Pereira, Silvia Helena Penhalbel e Surya Bueno Mediador: Eduardo Marchiori
 

17:30 as 19:00

Palestrante: Alessandra Barros Marassi
 
Palestrante: Juliano Barbosa Alves
 
Debatedores: Felipe Folgosi, Luciana Masini e Filipe Larêdo Mediador: Wilson Simonetto
 
Debatedores: André Morelli e Clóvis Furlanetto Mediador: Alan Uemura
 
Debatedores: Marcello Simão Branco, Roberto de Sousa Causo e Paulo A. Zoppi Mediação: Luciano Marzocca
 

Durante o dia

Diversos jogos de RPG Público-alvo: qualquer um que queira jogar
 
SERVIÇO:
Livros em Pauta – Congresso de Literatura, Quadrinhos, RPG e outras mídias nerds
Data: 30 de maio
Horário: 10h às 20h
Local: Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação – FAPCOM (Rua Major Maragliano, 191 – Vila Mariana – São Paulo – próximo à estação Vila Mariana do metrô)
Entrada gratuita – Censura livre
Todas as atividades são gratuitas; porém, as vagas são limitadas e preenchidas por ordem de chegada
 
Mais informações para a imprensa:

Edson Rossatto
11 2943-7687
11 98217-6191
edson@andross.com.br
www.livrosempauta.com.br

23 de mai de 2015

Ctrl C + Ctrl V: Book trailer de Golem e o Gênio + Novidades no Skoob‏

Preliminares

Capturar

A coluna Ctrl C + Ctrl V andou sumida por um tempo, pois decidi não mais divulgar lançamentos e novidades das editoras que não são parceiras do blog, exceto em casos excepcionais, ou seja, lançamentos e novidades das minhas editoras queridinhas.

E esse é um destes posts, dedicado exclusivamente ao lançamento do Book Trailer de Golem e o Gênio da autora Helene Wecker publicado pela Editora DarkSide Books, afinal é impossível não amar os livros da editora mais dark do Brasil.

Como fã incondicional de suas publicações, a DarkSide mesmo não sendo parceira vai sempre ter um espacinho especial neste blog. Mas, antes de apresentar o book trailer vamos conhecer um pouco mais do livro e da autora?


O Livro

Golem e o Gênio, de Helene Wecker - DarkSide BooksOs confrontos e as barreiras vividas por duas culturas tão próximas, ainda que aparentemente opostas. Em GOLEM E O GÊNIO, premiado romance fantástico que a DarkSide® Books traz ao Brasil em 2015, o leitor se transporta à Nova York da virada do século XX, em uma viagem fascinante através das culturas árabe e judaica. Seus guias serão poderosos seres mitológicos.

Chava é uma golem, criatura feita de barro, trazida à vida por um estranho rabino envolvido com os estudos alquímicos da Cabala. Ahmad é um gênio, ser feito de fogo, nascido no deserto sírio, preso em uma antiga garrafa de cobre por um beduíno, séculos atrás.

Atraídos pelo destino à parte mais pobre de uma Manhattan construída por imigrantes, Ahmad e Chava se tornam improváveis amigos e companheiros de alma, desafiando suas naturezas opostas. Até a noite em que um terrível incidente os separa. Mas uma poderosa ameaça vai reuni-los novamente, colocando em risco suas existências e obrigando-os a fazer uma escolha definitiva.

O romance de estreia de Helene Wecker reúne mitologia popular, ficção histórica e fábula mágica, entrelaçando as culturas árabe e judaica com uma narrativa inventiva e inesquecível, escrita de maneira primorosa.


A Autora

HELENE WECKER cresceu em Libertyville, Illinois, uma pequena cidade ao norte de Chicago. Graduou-se em Inglês pela Carleton College, em Minnesota. Trabalhou com marketing e comunicação e Minneapolis e Seattle antes de se dedicar à ficção, sua primeira paixão. Em seguida, mudou-se para Nova York, onde cursou o mestrado em Ficção na Columbia University. Vive em São Francisco com o marido e a filha. Golem e o Gênio é o seu premiado romance de estreia. Saiba mais em helenewecker.com.


O Book Trailer


Novidades

A Editora informa que neste mês de maio a editora retornou para o Skoob. Se você ainda não segue, que tal dar uma passadinha por lá e conhecer mais sobre DarkSide e seus lançamentos? - http://skoob.com.br/darksidebooks

Você também pode ganhar um exemplar de O Demonologista na aba de cortesias do canal: http://www.skoob.com.br/cortesia/detalhes/1791

Continue apostando no escuro com a DarkSide®.

Todas as informações apresentadas aqui foram retiradas do site http://www.darksidebooks.com.br/ e de sua newsletter.

21 de mai de 2015

Projeto BC: Literatura em Movimento – Tema de Maio

Um pouco atrasado (como sempre) mas cá estou para a primeira postagem do Projeto de Blogagem Coletiva: Literatura em Movimento.

Bom o tema da primeira postagem é claro que me animou e muito, porque afinal quem nunca se imaginou como autor daquele livro favorito, eu pelo menos já me imaginei escrevendo grandes sucessos que eu amo de coração, e não é apenas um ou dois são vários.

Palma, palma, não priemos cânico! Vamos em partes né seus lindos?

O tema do mês de maio é:

Todo leitor tem aquele livro que mais gosta por diversos motivos: ou porque o texto possui uma linguagem bonita, ou porque os personagens são instigantes, ou porque a história de amor é a dos sonhos, ou porque a capa do livro é belíssima... Afinal, todos já pensamos "Por que eu não tive essa ideia antes?"

Se fosse você o autor de um livro, que livro seria esse? E por que gostaria de ser o autor(a) dele?

Bem, como disse antes tenho vários livros que adoraria tê-los escritos, infelizmente não posso escrever sobre todos em uma única postagem, mas, como não deu pra decidir sobre qual escrever. Acreditem tentei de tudo, Uni Duni Tê, Mamãe mandou, o escolhido foi você, cara ou coroa, sorteio no papelzinho, mas nada me parecia correto, então que se dance, vou falar de três obras #maravilindas pelas quais eu sou mucho loco loco loco melo.

Em primeiríssimo lugar, meu escolhido é tcham tcham tchaaaaaam... Rick Riordan e seus livros sobre deuses gregos. que obvio!

Realmente é obvio que escolheria Percy Jackson, para quem me conhecesse pessoalmente e sabe que amo história antiga, e já até me animei como professor de História por um período, também sabe que a Grécia Antiga é meu objeto de estudo desde a tenra infância. Como um fanático por deuses, semideus e monstros, nunca me acalmo até ter tudo relacionado aquele tema, e como tal tenho todos os livros da Saga Percy Jackson e os Olimpianos, Os Heróis do Olimpo, As Crônicas dos Kane (tá mais isso é egípcio Julielton), e seus apêndices.

Dando continuidade ao tema desta postagem, eu escolhi a primeira Saga de Percy, composta pelos livros: Ladrão de Raios, O Mar de Monstros, A Maldição do Titã, A Batalha do Labirinto e O Último Olimpiano, gente o que foi essa obra que tio Rick criou?

Meu Deus é alucinante, instigante, informativa, cativante... falta adjetivos para descrever meu encanto com esta saga, serio, é sublime como ele conseguiu transportar as lendas e mitos gregos para a nossa atualidade, tá não é tudo isso, mas a capacidade de trazer semideus, monstros e todo uma cultura para a nossa realidade é algo de se admirar. Rick Riordan não escreveu apenas uma ficção infanto-juvenil ele criou uma lenda, algo que eu gostaria muito de ter criado.

Como admirador da cultura grega eu adoraria ter tido esta ideia, construir todo um universo em torno dos meus deuses favoritos (Santa Afrodite seja louvada e Ares ignorado!), semideuses e seres mitológicos, todo o universo grego antigo. Mas, como não foi minha ideia o que resta e admirar!

Isso está ficando grande demais, mas ainda faltam dois livros, o segundo escolhido foi A Outra Vida de Susanne Winnacker.

Embora ainda não tenha achado nada sobre uma possível continuação, esse livro é um dos meus queridinhos, pois, a Susanne deu uma nova roupagem para um dos meus seres fantásticos preferidos, os lobisomens, embora aqui não recebam este nome, fica subintendido que os “chorões” como são chamados seriam uma espécie de lobisomens presos na condição amaldiçoada eternamente. Também admirei e muito o fato da autora ter criado a história como um possível cataclismo apocalíptico engendrado pelo próprio governo americano, afinal todos estamos acostumados a apocalipses literários repletos de zumbis, alienígenas ou algum patógeno mutante, não com criaturas folclóricas cultuadas no mundo todo.

No livro A Outra Vida, Susanne mostra como seria a vida de alguém lutando para se manter viva, como seriam as medidas de proteção e segurança, e como os seres humanos podem se transformar da pior forma possível, e não me refiro a mutação em chorão.

Eu adoraria ter escrito este livro, com todos os seus personagens cativantes e desafiadores, suas locações estratégicas e todo o seu enredo digno de um filme hollywoodiano.

E finalmente eis que chegamos ao ultimo livro, os dedos cansados e a cabeça sem ideia de como continuar, as piadas morreram todas de uma vez no primeiro livro, aff...

Fazer o que. O terceiro livro escolhido foi um brasileiríssimo, O Mediador e o Mistério da Ceifa de Bruna Figueira, gente o que é este livro?

Bruna é uma dos meus três autores brasileiros favoritos, é claro, isso apenas incluindo os da atualidade. Os outros dois são Eduardo Spohr e Fernando Valverde.

Bom, a obra de Bruna é outra criação fantástica pela qual sou louco, pelo obvio motivo, envolve seres místicos como Anjos e Ceifadores.

Para esclarecer, sou fanático pelo sobrenatural, minhas criaturas favoritas são: Kitsunes (raposas japonesas), lobisomens, anjos e shinigamis (deuses da morte japonês, o mesmo que ceifador). E o fato de neste livro Bruna ter se utilizado não somente dos anjos, como também dado uma nova especificação para os ceifadores, fez da sua obra a melhor leitura do ano de 2014.

A forma como ela ambientou tudo em terras tupiniquins, como apresentou uma personagem simples, sonsa até, e mesclou uma vida pacata com seres sobrenaturais, eventos extra-sensoriais e descobrimento pessoal é de uma perfeição única, e o rumo dado ao final da trama e a importância dada a eventos simples tornam esta obra estupenda.

Eu adoraria ter tido o mínimo de criatividade apresentado por Bruna Figueira, pois uma coisa é certa, não há casal fictício mais instigante que Christine e David.

Bom pessoal do meu brasil varonil, ai estão os três livros que adoraria ter escrito, ops, se contar toda a saga Os Olimpianos dão mais que três né? Tanto faz. O que importa é que...

 

http---signatures.mylivesignature.com-54492-348-8CDC41FCD38DF5750D599C05656C608C